Cogerh e Sema avançam no projeto para criação de Unidade de Conservação de Açudes da RMF

Próximo passo abrange a fase de consultas públicas, que deve ocorrer até o final do ano

 

Em mais uma etapa relativa à criação da Unidade de Conservação (UC) dos açudes Pacoti, Riachão e Gavião, o grupo de trabalho formado pela Cogerh e Secretaria do Meio Ambiente (Sema) analisou, na última sexta-feira (26), os detalhes finais do estudo para a criação da Primeira Unidade de Conservação dos Açudes da Região Metropolitana de Fortaleza (RMF).

Na ocasião, o grupo aprovou a criação do Parque Estadual para a proteção dos reservatórios incluídos na RMF, levando em consideração os estudos que levantaram aspectos bióticos, ambientais e socioeconômicos locais. O projeto vai abranger uma área de 173 km², entre os municípios de Pacatuba, Itaitinga, Guaiuba, Aquiraz, Horizonte e Pacajus.

Agora, a proposta segue para a fase final de consultas públicas, que devem ocorrer até o fim deste ano. Os primeiros detalhes do estudo que embasou a proposta de criação da Unidade de Conservação foi apresentado ainda em julho deste ano, durante seminário virtual transmitido ao vivo a setores do poder público municipal e estadual, membros dos comitês de Bacias e sociedade em geral.

O diretor de Planejamento da Cogerh, Elano Joca, avaliou o momento como um salto importante para a definição da Unidade de Conservação dos reservatórios da RMF.

“O objetivo deste estudo é, sem dúvidas, a seguridade da proteção dos reservatórios da Região Metropolitana de Fortaleza e preservação da fauna e flora locais”, frisou o diretor.

Atendimento à Imprensa

Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh)
Henrique Silvestre 
Contatos: (85) 3195.0718 / (85) 3195.0719 / (85) 9 8866.9963
E-mails: ascom@cogerh.com.br / henriques.silvestre@gmail.com